domingo, 9 de maio de 2010

piração.

A cada minuto a solidão corroía o cerne do ser. ter ficado praticamente sozinha todos os dias era como estar acompanhada do vazio... Os meninos no parque aborreciam porque choravam, miavam, reclamavam. E cada um queria ser só, não ter ninguém perto deles. Não sabiam o que diziam. Estar só tem algo de trágico. De sofrer por algo perdido, ou achado. De estar sem, tendo.
Ah, sei lá!
Cada um no seu ser-só deve entender o que não se explica.

2 comentários:

...loucos apontamentos disse...

Estar só ou ser só? como se descobre?Alguem viu um manual por ai!? bj.

~ L disse...

Lendo seus textos eu descubro mais sobre você do que demonstra. Mas me identifiquei bastante! Não sabia que podia me identificar assim.
Adorei todos. =)